12 de out de 2010

Faz algum sentido?

Descobri que a solidão não faz sentido, talvez me achem atrasada por só descobrir isso agora, mas é que demorei um tempo tentando digerir a ideia e repassei algumas vezes dentro de mim se essa teoria não pudesse estar errada... No fim, acho que é isso mesmo.
Não faz sentido o UM, só. 
Não faz sentido o singular, nem o individualismo. 
Não faz sentido não ter pra quem dar a mão ou um um sorriso. 
Não faz sentido não ter alguém pra compartilhar momentos, não ter alguém pra te dar força e rir da sua cara quando estiver desesperado só pra tentar te mostrar que os problemas não são tão grandes como parecem ser... 
Descobri que a vida a dois é mais sensata, embora mais complexa, embora exija mais tempo e paciência, mais compreensão e solidariedade, mais carinho e afeto, mais expressividade, embora exija que você seja mais você.
Mas... Não era isso que eu tanto queria quando me vi debruçada sobre a solidão?! Porque então tanto reclamo agora que tenho alguém pra me aborrecer e depois me abraçar, se agora tenho alguém pra me magoar e me pedir desculpas, porque reclamo tanto agora que tenho alguém pra me provar quantas vezes quiser o quanto esse alguém me ama?! 
Na verdade descobri que o que não faz sentido é a vida em si. 
O presente é que não faz sentido, nem as minhas vontades, pois tudo aquilo que parece distante demais da realidade parece mais me agradar. 

Um comentário:

  1. Uau, que profundo... Faz tooodo sentido.. muito lindo!! (L)

    ResponderExcluir

Deixe aqui a sua poesia,ma sua crítica, parte de você: