2 de fev de 2012

Cadê?

- Sono, cadê você?
- Quando o encontrar, me diz, por favor.
- Ele sempre some quando eu mais preciso.
- ... Assim como tudo na vida.

Um comentário:

  1. Caroline Araujo Santos17/8/12 5:24 PM

    Carol minha amiga querida...
    Fico feliz por você ser assim como é,amiga,crítica(não no sentido literal,que náo se deixa intimidar...
    Você sabe que a nossa amizade a cada dia cresce e que eu sempre me surpreendo com uma Carol diferente,que não se deixa levar pelos outros.
    Obrigada por ser vária páginas da minha história de vida.
    Beijoos e abraços.
    ASS:Carol Araújo

    P.S.
    -Eu prometi que iria acessar o seu blog,cá estou.Não para fazer média ou firula mas por que te considero uma pessoa fabulosa...

    ResponderExcluir

Deixe aqui a sua poesia,ma sua crítica, parte de você: