29 de mar de 2012

Mais uma vez...

Não sei porque ainda choro, já era esperado. Não é novidade alguma. Eu poderia dizer que acabei me acostumando em partir, mas tenho orgulho de dizer que meu coração amolece a cada adeus, que é doloroso arriscar tanto tempo junto a alguém e que meus olhos ardem ao escorrerem as lágrimas a cada lembrança.
Sob os olhares frios isso pode ser considerado sentimentalismo em excesso. Eu também julgo como tal, embora sob um prisma diferente, sob a ótica e a realidade de quem está vivendo e sentindo as dores da saudade.

Um comentário:

Deixe aqui a sua poesia,ma sua crítica, parte de você: